O Evangelho de Marcos – Introdução

O Evangelho de Marcos em aramaico, na versão Peshitta, traduzido para o português.

Introdução

Apresento aqui, a minha tradução para a língua portuguesa do Evangelho de Marcos em aramaico, na versão Peshitta. Falo em “minha tradução”, quando na verdade eu deveria talvez dizer “ediçao” ou “compilação” de outras traduções já existentes. Pois, não sendo fluente nem conhecedor profundo desta língua tão antiga, recorri muitas vezes ao trabalho de outros. Falo das traduções feitas para a língua inglesa, que mencionarei mais adiante.

Mas um pouco de “meu” também existe neste trabalho. Pois cada tradutor que consultei tem seu próprio estilo de escrita, e também utilizou uma fonte diferente para a sua tradução (mesmo que os manuscritos e edições do texto aramaico sejam bastante semelhantes, pequenas diferenças sempre existem). Assim, traduzi palavra por palavra e, então, sentença por sentença, o texto aramaico original, sempre utilizando e comparando com as traduções existentes, para produzir um texto final, em português, o mais uniforme e coerente e o mais próximo possível do texto aramaico que eu utilizei.

Apesar de procurar fazer uma tradução o mais literal possível, nem sempre isso foi possível (ou mesmo desejável), pois teríamos algumas vezes um texto pouco compreensível. Considere, por exemplo, determinadas palavras que, em português, são gramaticalmente masculinas mas que em aramaico são gramaticalmente femininas, e vice-versa.

O texto aramaico que utilizei é o da Peshitta Oriental, na edição da American Bible Society, Nova York. Esta é a Peshitta utilizada pela Igreja Assíria do Oriente.

Para a tradução, utilizei como base principalmente a Peshitta Aramaic/English Interlinear New Testament, de Paul Younan. Foram consultadas também as traduções de Etheridge e Murdock. Também achei interessante consultar os comentários de escritores arameus antigos sobre os Evangelhos, como Bar Hebreus, Ishodad de Merv e Bar Salibi. Ferramentas indispensáveis são as gramáticas, dicionários e léxicos, estes últimos facilmente acessíveis através do site Dukhrana.

Palavras entre colchetes [ ] não ocorrem no texto aramaico, sendo acrescentadas na tradução para facilitar a leitura.

Nomes de pessoas que ocorrem apenas no Novo Testamento foram escritos como se pronunciam de acordo com o texto aramaico utilizado

A palavra MRYA ( ܡܪܝܐ – Maryá), é um título especial utilizado no lugar do tetragrama YHWH,  e traduzi como SENHOR (em maiúsculas).

Esta tradução está em andamento  e não é definitiva, os capítulos serão adicionados a medida que ficarem prontos e correções serão feitas sempre que necessário. Ressalto ainda que este trabalho é parte de um projeto maior, no qual estou coletando comentários em aramaico dos pais da Igreja sobre o Evangelho de Marcos, e que pretendo organizar na forma de uma Catena Patrum.

Este é um trabalho pessoal, sem relação com nenhuma Igreja, Instituição Religiosa, Universidade, etc. A tradução não foi verificada por ninguém a não ser pelo próprio autor, e é provável que contenha erros. Os leitores são encorajados a verificar este trabalho por si mesmos, utilizando, por exemplo, as fontes mencionada anteriormente.

Para ler a tradução, juntamente com o texto aramaico, clique aqui.

About these ads

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Seguir

Obtenha todo post novo entregue na sua caixa de entrada.

%d blogueiros gostam disto: